Tunai

Em qualquer estação

Um retalho de luz no farol
Um destino na ponta do olhar
O mistério profundo do mar
Um navio no porto a chamar
Por você

No balanço das ondas se vai
O que era acalanto acalantou
No balanço da tarde
Aparece a saudade ancorada

Um navio na ponta do olhar
O mistério profundo de amar
Nosso engenho de sonho a rodar
O silêncio no porto a falar
Por você

No balanço das ondas se vai
O que era destino aconteceu
E qualquer estação, primavera ou verão
Me encontrará, te encontrará

Play