Telerama

Pra Recordar

Play

É só quando chega a hora de estar só
que eu me arrependo de lhe ter falado
tudo o que não se diz

É só quando não se ouve que um cão ladrar
que o meu pranto proteja no ar
o que não se pode ver nem explicar

Nem que me faltem os pés eu vou chegar
mesmo que me falte o ar, eu vou dizer
o quanto você me faz querer regressar

Pra recordar teu vestido de cetim,
foi pra isso que vim,
foi pra isso que eu vim
se eu me meti na camisa xadrez,
foi pra você lembrar bem da última vez
Pra dirimir toda a insensatez,
fazer depois do fim o que a gente não fez

Meu engano é não ter conta
que não se retorna à cena do crime
em caso algum
Mas, se preciso, eu me faço de preto assum
e não enxergo o que não convpem,
tampouco escuto também

Mesmo que pela metade, eu chego aí
mesmo que não sobre muito de mim,
hei de ir