Telerama

Malu Perdeu a Graça

Play

Malu perdeu a graça de vez
Desfez a trança talvez para parecer
com qualquer mulher

Vulgar agora até no vestir
Desaprendeu a sorrir para não despertar
Simpatia em quem nem merece um olhar

Febril,
ébrio de chorar marés por quem a mim só feriu

Azul deixou de ser sua cor
desceu para um tom menor que oculta
o seu real esplendor

Passou por esta rua sem ver
Quem da janela, a pender, a olhava
Sem nunca a poder ter

Sorrio,
Enfim, ao olvidar a quem nunca nem me foi gentil