Telerama

Diminutiva

O meu amor, quando toma sol,
Fica tão pintadinha
Que eu fico sem saber se é a minha
Essa que vem e me rouba o lençol

O meu amor, quando tem futebol,
faz um drama, mas me espera tão linda
Que na ida eu já penso na vinda
Cego, navego, buscando um farol

Ali ninguém se atreve
Ninguém lhe serve galanteios
Ninguém lhe serve, exceto eu

O meu amor, quando eu vou trabalhar,
Me espera tão linda
Que o dia quase que não finda
É quando o relógio parece parar

O meu amor, quando toma sol,
Faz um drama