Teixeirinha

Flor do Pago

Play

Conheci a flor do pago
Moça mais linda que eu vi
Filha de um rico estancieiro
Nas plagas de Cacique
O pai dizia pra filha
Você é linda e decente
Moço pra casar contigo
Tem que ser muito valente
Tem que ter muito dinheiro
No gatilho ser ligeiro
Ser um moço brasileiro
E filho de boa gente

Quando eu soube da notícia
Eu disse moça cadê ele
Procura o seu pai e diga
Que eu quero falar com ele
O velho veio dizendo
Saia pela mesma porta
Minha filha casar contigo
Prefiro ver ela morta
Já me sentou a espada
E eu que não conto com nada
Passei o pé na cruzada
Mandei o velho de volta

A flor do pago achou graça
De ver o seu pai perdendo
Me deu vinte e quatro tiros
E eu só me defendendo
E foi no olho cansado
Que ele caiu no repente
E disse que tinha encontrado
O tal genro competente
Entre nós a moça sai
De joelhos frente cai
E disse querido pai
É este o moço valente

O velho levantou rindo
E disse assim meu rapaz
O prazo do casamento
Gaúcho você é que faz
Ô filha vai na despensa
E traz um gostoso trago
Mande matar uma ovelha
E prepare um mate amargo
Eu disse é pra outra vez
Buenos dias pra vocês
Eu volto no fim do mês
Pra casar com a flor do pago