Teixeirinha

Eu Não Devia Mas...

Play

Eu não devia cantar estes versos prá ti meu amor querida mulher/ eu não devia incitar mais a dor no teu coração que tanto me quer
Tu és casada mas gosta de mim sorri e chora ao me ouvir cantar/ também te amo mas finjo que não eu não queria destruir teu lar
Amor deste jeito eu não resisto mais/ quando me encontras tu me deixas louco/ teus olhos meigos são provocantes/ me desafiam e espera o troco/ na despedida beijo o teu rostinho/ tu não me fala porque fica rouca/ leio em teus olhos e tenho a resposta/ coragem amor e me beije na boca
Sinto ferver o meu sangue nas veias/ a dor do amor no meu peito arde/ mulher amada pelo amor de deus/ nunca imagine que eu seja covarde/
Prá provar isso no primeiro encontro/ vou me entregar a tua tentação/ e vou beijar a tua linda boca/ quero contigo perder a razão
Vou te fazer desmaiar nos meus braços/ quando acordares te quero de novo/ nosso amanhã será um segredo/ não quero ver-te na boca do povo
Depois de tudo se te arrependeres/ se eu também me arrepender depois/ mas se houver uma mútua paixão/ farei um rancho para nós os dois.