Teixeirinha

Coisas da Vida

Play

Que saudade
Que me escraviza e me mata lentamente
Minha terra
De lembranças vou cantando eternamente
Me pergunto
Aonde eu chego, porque tudo é diferente
A resposta tenho ela quando eu canto
A mulher que eu amo tanto
Não está presente

Nas paisagens coloridas
Vejo ela em cada flor
Nas canções que improviso
Vou clamando a minha dor
Nos lugares que eu chego
Aumenta meu desabor
Vou me distanciando mais
De você meu grande amor

Lembro tudo
Que saudade minha terra, meu jardim
Tuas praias
O mar, o vento, a serra, o campo vive em mim
Meu amor
Em tudo isso meu destino foi ruim
Chorei de mais
Ao separar me de você
Quando eu percebi
Porque era o fim

Não perdi você pra outro
Que a levou ao altar
Fui na igreja aquele dia
Pra ver você casar
Disse sim, olhou pra mim
Sorri pra não chorar
Foi quando senti ciúmes
Dentro de mim queimar

Eu parti
Pra esquecer o meu erro cometido
E você está casada, mas não ama o seu marido
Eu lhe amava, mas só isto depois que tinha te perdido
Vou agora carregando pelo mundo
Este remorso profundo arrependido

Vou em frente me culpando
Para trás não voltarei
Tenho medo de regresso
E o meu futuro não sei
Posso também achar outra
Sem amor me casarei
Na hora de dizer sim
De você me lembrarei