Teixeirinha

Amor Com Uma Condição

Play

Uma gaúcha me deu um presente:
Um pingo zaino, ainda redomão,
Mas eu teria que montar no zaino,
Na sua frente, com uma condição
Se eu não caísse de cima do zaino,
Ela me dava o seu coração
Chegou o aviso no dia marcado,
Sei na estância, aceitei a oferta
Falei com a moça, usei de franqueza:
"deixa a portaria da mangueira aberta,
Corto de espora e vou levar o zaino
E a senhora também vai na certa"!

Ela sorriu, com o ar de quem gostou,
Me conheceu por fama e retrato
E já sabia que o meu coração
Era amoroso, mas falta prato
Falta eu saber se a linda moça
Tinha coração, e que não fosse ingrato
Quando eu parti pro lado da mangueira,
Ela foi junto e me falou no ouvido:
"se tu achares que podes cair,
Tu não precisas montar, meu querido:
Leva o cavalo e te casa comigo,
Qu7e o meu coração já está resolvido"!

Eu achei graça do pedido dela,
Beijei suas mãos com delicadeza
"quero montar no cavalo zaino,
Ganhar teu amor fazerndo proeza
Depois então eu te levo na igreja,
Me caso com tigo, bonita princesa"!
Cortei de espora o cavalo zaino,
Domei de redeas , ficou um colosso
A moça chorando, me deu um beijinho,
Com as mãozinhas sobre meu pescoço
Levei prá casa meu cavalo zaino,
Também levei ela e deixei de ser moço