Quarteto Coração de Potro

Tordilha Garrão de Potro

Eu te agradeço tordilho
Por esta garrão de potro
Me carregaste no lombo
E nos pés depois de morto

Lhe agradeço e bendigo
Tordilho muy companheiro
Eu sempre te chamei de amigo
Fiel parceiro estradeiro

Pingo buenaço e ligeiro
Garboso e de boa marcha
Montado me fez caudilho
Me fez gaucho e monarca

Nos dias de lida amigo
Ou nos encontros de guerra
Esteve sempre comigo
Pra demarcar esta terra

Tordilha garrão de potro
Onde encilho as nazarenas
Aqui se calça meus pés
Faz as distancias pequenas

Tordilha garrão de potro
Onde calço choradeiras
Te fiz do meu pingo amigo
Saudade pra vida inteira

E esta garrão de potro
Que me faz grudar no lombo
Apoiando minhas esporas
E me livrando do tombo

Que sempre trago comigo
Nos dias de lida e doma
E sinto dentro do peito
Que tem a alma redomona

Play