Kamalião

O Diário de Um Quase Nada

Play

Na quebrada de bobeira
As horas passam devagar
Eu usava a noite inteira
Sem chegar a algum lugar

Hoje sei o que o mundo oferece
O que é bom eu busco e acontece
Ser eu mesmo é muito style
Sem muletas para o baile

Não vacilo, respiro e inspiro
Com estilo recuso esse tiro
Viver sóbrio não é difícil
500 Dias sem esse vicio

Tudo pela vida
Nada pela droga
Visto essa camisa
A lucidez se prorroga

Entre na família
Não existe fossa
Saia dessa ilha
Ela é toda nossa

Com as fases da vida
Não se brinca nem joga
Hoje busco a saída
Estou limpo das drogas

Não tenho mais recaída
Acredito na aposta
Que a droga não elucida
Só distorce a resposta

Se encontro um vazio
Que não posso preencher
Não vou mais na quebrada
Para me esconder

Procuro a família
Um aliado sincero
Que não destrua os motivos
Que fortalecem o que eu quero

Eu já fiz minha escolha
Sai do túnel escuro
Novos frutos que eu colha
São uma luz pro futuro

Essa mudança traz a clareza
Novo começo a procurar
Para acabar com a tristeza
Eu não preciso me drogar

Não me arrependo de quem sou
Escolhi um caminho e eu errei
Desculpe quem por mim chorou
Agora eu digo que voltei

Não vacilo, respiro e inspiro
Com estilo recuso esse tiro
Viver sóbrio não é difícil
500 Dias sem esse vicio

Tudo pela vida
Nada pela droga
Visto essa camisa
A lucidez se prorroga

Entre na família
Não existe fossa
Saia dessa ilha
Ela é toda nossa