Igor Mago

Chicote de Simpatia

Ah, se eu pudesse apagar do rosto de Maria,
Esse sorriso colorido de fotografia,
Diminuía essa saudade glacê.

Ah, se eu pudesse desligar essa voz inventada,
Que sussurra em meu ouvido toda madrugada,
As coordenadas que me fazem padecer,
Meias palavras que me perguntam por quê?
Por quê? Por quê?

Porque quando ela olha pra mim,
Eu esqueço todo mal que me faz.
Porque quando decido por um fim,
Bate o desejo de querer mais,
Porque que ao ver Maria,
Chicote de Simpatia,
Apanho...
Da força desse amor capataz.

Play