Igor Mago

Amor Incomum

É você,
A batida, repetida, bem doída no meu coração,
Por você,
Que eu me prendo, me arrependo, me condeno,
A morrer de paixão.
Pois, não há sentido algum, nesse amor incomum,
Não quero ser mais um, na sua vida.

Sem você,
Não sorriso, nem aviso, paraíso que me faça feliz,
Com você,
O meu desejo vira medo e cada beijo deixa cicatriz.

Pois,
Não há sentido algum, nesse amor incomum,
Não quero ser mais um, na sua vida.
Eu quero te mostrar, que posso transformar,
Todo esse amor, em realidade....

Esse amor incomum,
Coração tum, tum, tum, tum.
Quando descompassa,
Passa a te querer mais,
Quando acelera,
Não esquece jamais do bem,
Que só, você me faz.

Play