Hangover

Valerius G. Chamberling

Ele tinha fama de ser corriqueiro
Só porquê ele era um estrangeiro
De uma família mititar da Malásia
Todo ano ele viajava para a Ásia

Valerius Galius Chamberling era muito legal
Estudante de medicina, levava tudo no modo fetal
Conheceu D. Pedro nas escolas de arte moderna
No colégio de freiras era conhecido por mente fraterna

Eu já me desenganei sobre aquele rapaz
Mas nessa altura dos tempos tanto faz
Só queria te dizer que brigou com a pessoa errada
Se achava policial e acreditava em alma farfada

Valerius era primo de Florbela Espanca
Que se matou após ter botado uma banca
Pra cima de Chamberling ninguém bota moral
Ele só queria mostrar as pessoas que era um cara legal

Ele orava nas igrejas futuristas alienadas
Com Padre Almeida ele sempre se empregava
Todo dia ia rezar lá nas cadeiras igreja
Mas depois pecava, saia e bebia cerveja

Para Mr. Lee ele sempre cultuava a feitiçaria
Mas Chamberling valorizava mais a positiva energia
Hambúrguer vegetariano era seu tipo predileto
Ele era Hare Krishna, fazia mantras e dialeto

Senhor Mr.
Senhor Valerius
Senhor Galius
Senhor Chamberling