Hágora

O Diário de Sophia

Play

Olhar pra você e não te enxergar
Se ligo a tv é pra pra difarçar
Sempre a correr pra nenhum lugar
Nos versos que escreve a disabafar

Se rende ao céu tentando encontrar
Estrelas que vão te fazer sonhar
Seus olhos cansados querem esconder
Aquela menina que vive em em você

Se eu pudesse ir pra longe daqui
E contigo viver o que não vivi
Daquele amor que você deixou
Esquecido nas lágrimas que chorou

E nada mais é igual ao que foi
Suas velhas histórias não te alegram mais
Todos mudaram ao seu redor
E se transformaram em algo muito pior

Frias madrugadas vêm levar o que ficou
Lágrimas geladas vão molhar o que restou de mim
E mesmo assim

Continuo num inferno que não quer passar
Com seus sonhos rabiscados e amassados no sofá
E eu fico assim