Fundo de Quintal

Vendaval da Vida

Vou sorrindo
Com o meu interior chorando
Amargando o meu viver sofrido
E assistindo o que se vai passando
Eu vou resistindo

Resistindo do meu posto vendaval, da vida.
Aplaudindo a quem já vai subindo
Amparando a quem já vem caindo

Quantos risos de falsa alegria
Paraíso sem nenhum valor
Luta pelo pão de cada dia
Sustentando a morte no amor
Mas vou sorrindo

Vou sorrindo
Com o meu interior chorando
Amargando meu viver sofrido
E assistindo o que se vai passando
Eu vou resistindo

Resistindo do meu posto vendaval, da vida.
Aplaudindo a quem já vai subindo
Amparando a quem já vem caindo



Add por:

Amanda Farias - Rio de Janeiro

Play