Fundo de Quintal

Sutilmente... Sambando

Será que a gente percebeu
Que o samba merecer
Ser cantado hoje em qualquer lugar
Será que algum verso se escondeu
Entre nós e assim nos deu
Mais vontade de chorar
Será que alguém já resistiu
Quando um sonho explodiu
Lá no fundo da saudade
Será que a bondade no mundo tem volta
Quando ausente a razão só revolta
Nessas brigas que o mundo dá
O que se passa na vida
Deixa uma eterna ferida
Nada que a gente com jeito
Não possa esquecer
Deixe que um samba dolente
Mesmo que bem sutilmente
Faça crescer esse bamba
Que existe em você

Play