Fundo de Quintal

Ser Poeta

lá lá laia lá lá ia
lá ia lá la lá la ia
lá lá lá lá ia lá ia

Ser poeta é pegar na caneta
E com muita calma
Colher a semente do peito e da alma
Depois semear em folhas de papel

Ser poeta é fazer a tristeza alegre de novo
É sempre estar em contato com o povo
É sentar a uma mesa sem ser bacharel

Ser poeta é cortar carambola em forma de estrela
Quem dificilmente consegue obtê-la
Faz o coração em forma de maçã

Ser poeta é pegar na brocha de um só solavanco
Pintar esta vida que é negra de branco
E usar um sorriso como um talismã

Ser poeta é aceitar as críticas sem reclamar
E ter alegria de poder criar poesias feitas pelas nossas mãos

Ser poeta é abrigar alguém quando no desabrigo
Fazer dos amigos muito mais amigos
Tratar o inimigo como o nosso irmão

Play