Fundo de Quintal

Prazer da Serrinha

Qualquer criança
Toca um pandeiro, um surdo e um cavaquinho
Acompanha o canto de um passarinho
Sem errar o compasso |
Quem não acreditar
Poderemos até provar,
Pode crer, porque
Nós não somos de enganar,
Melodia mora lá
No prazer da serrinha!

Se você for na serrinha,
Na segunda-feira devo estar por lá
Estarei cantando o meu pagode
E lá você pode se a turma encontrar
Curtindo a serrinha na segunda-feira
Enchi minha cara de cachaça
Mas fiquei contrariado, cumpadre
Não encontrei o restante da massa

(qualquer criança)
(refrão)

Lá no morro da serrinha
Onde nasceu o império
Saiba lá tem gente bamba
Que cantando samba é um caso sério
Lá no morro da serrinha, cumpadre
Colocaram uma estátua de bronze
Porque já faz quinze dias
Que eu dei no valente lá da praça onze

(qualquer criança)
(refrão)

Trago uma grande lembrança
De quando em criança eu bem criancinha
Guardo na minha memória
A fama e a glória da velha serrinha
Tira o mestre fuleiro da frente
Imediatamente que eu quero passar
Eu quero avistar a serrinha
Numa noite linda cheia de luar

(qualquer criança)
(refrão)

Se você for na serrinha
Por favor não leve a mal
Vê se respeite as cores
Da coroa imperial
Ontem eu fui lá na serrinha
Serrinha tamarineira
Me fez lembrar dona ivone
Mestre silas de oliveira

(qualquer criança)

Play