Fundo de Quintal

Mesa de Bar

E lugar para tudo que e papo da vida rolar
Do futebol até a danada da tal da inflação
E coração fantasia e realidade
E o ideal paraíso
onde nos fica a vontade
Mesa de bar e cerveja suada
Matando a pau o calor
Vamos cantar aquela cantiga
Que fala da luta e do amor
Mas antes brindar a homenagem
Aqueles já não vêm mais
Saúde, pra gente moçada
que a gente merece demais
Entorno de um copo a gente inventa um mundo melhor
A dona birita levanta a moral
De quem esta na pior
A água da magoa se enxuga no pano
Daquela toalha
Pra acabar com a tristesa
Esse remédio não falha
Na mesa de um bar
todo mundo e sempre maior
Todo mundo derrama as tintas da sua alegria
Copos batendo na festa da rapaziada
Se bem que a gente não esquece
Que a barriga anda meio vazia
E que mesa de bar e onde se torna um porre de
liberdade
Companheiros em pleno exercicio de democracia
Mesa de bar e onde se toma um porre de liberdade
Companheiros em pleno escercio de democracia

Play