Fundo de Quintal

Lã do Meu Cobertor

Meu amor estou no tempo, a chuva já me molhou
Eu estou sentindo frio, me aqueça com teu calor
Me agasalha lã do meu cobertor, Me agasalha lã do meu cobertor
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Quando o vento fez a volta nas curvas da solidão
Ó frio arrepiou minha alma e tocou meu coração
Que chorou ao ver teus olhos chorando, sedentos de emoção
Que chorou ao ver teus olhos chorando, sedentos de emoção
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Meu amor estou no tempo, a chuva já me molhou
Eu estou sentindo frio, me aqueça com teu calor
Me agasalha lã do meu cobertor, Me agasalha lã do meu cobertor
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Nas doces malhas da vida, meu amor se embaraçou
Ao teu afeto e teu carinho, o meu peito se entregou
Não me deixe assim sozinho no brio, no vai e vem do amor
Não me deixe assim sozinho no brio, no vai e vem do amor
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, eu não sei pra que chorar
Eu não sei por que tu choras, o Iaiá pra que chorar

Play