Fá Sustenido

Ás Vezes

Há poeira sobre meus livros, não tenho asas, não tenho filhos
A minha alma não sorri mais como sorria à dez anos atrás

As vezes quero ver as pessoas mais felizes, as vezes finjo que não sinto dor
Ás vezes busco reencontrar minhas raízes, mas quase sempre esqueço que sou

Não há sucessos entre os meus discos, não tenho medo de correr alguns riscos
E nós nascemos para nos amar, como se amaram outros antes do outono acabar

As vezes quero ver as pessoas mais felizes, as vezes finjo que não sinto dor
Ás vezes busco reencontrar minhas raízes, mas quase sempre esqueço que sou

Play