E74

Naquela Manhã

Quando seu corpo distante e frio
Descer a terra naquela manhã
E flores mortas cobrirem sua face
Não vou poder dizer adeus

Na despedida um doce pesar
Aquela tristeza não quero lembrar
Me leva contigo pro seu altar
Sua ausência me faz sangrar

Eu não sei o que fazer sem tua mão a me guiar
Ainda que eu não possa ver
São teus olhos que encontro no luar