Clayton e Romário

Saudade que maltrata

Tô morrendo de saudade, de saudade de você
Chove chuva nos meus olhos me afogo por te querer
Sobrevivo das lembranças, que me apertam o coração
Mas não perco a esperança, de achar a solução
De encontrar essa morena que fugiu da minha vida
Levando a felicidade e também minha alegria
Nem que eu leve a vida inteira, procurando te encontrar
Essa vida não tem graça, se eu não posso te amar

Me maltrata essa saudade de você minha paixão
Bate forte briga muito e quem apanha é o coração
Que saudade dos seus beijos me machando de batom
Ò meu Deus traga de volta esse tempinho tão bom
Corta mais do que navalha, essa minha solidão
È pimenta nos meus olhos, é um espinho em minha mão
Tô doente de amor e só você é o remédio
Pra curar esse meu tédio e salvar meu coração

Play