Clayton & Cristiano

Boi Boiola/touro Gay

? um homem, n?o.
? um p?ssaro, n?o.
? uma vaca, n?o.
? o boi boiola.

Fui num rodeio desses de tremer o ch?o.
Rodeio profissional onde s? dava campe?o.
Vi algo estranho que chamou minha aten??o.
Uma coisa bem bizarra, vejam que situa??o.

Eu vi um boi entrando no brete de r?.
Acredite se quiser, pra mente n?o tenho raz?o.
Olhei pro bicho, esperei a rea??o.
O touro se assanhava e rebolava at? o ch?o.

O touro ? gay, o bicho n?o pula rebola.
O pov?o em coro grita: Esse animal ? boiola.

Ele ? boiola, um boi boiola.
Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Ele ? boiola, ? o boi boiola.
Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Chegou a vez da minha apresenta??o.
Eu meio desconfiado, fiz a minha ora??o.
Na arquibancada o povo esperando de p?,
Quando abriu a porteira, o boi saiu de marchar?.

Naquela hora come?ou meu desafio.
Risquei de espora o bicho e foi me dando um arrepio.
Eu e o palha?o entramos numa grande fria,
Pois o danado do touro em vez de chifrar, lambia.

O touro ? gay, o bicho n?o pula rebola.
O pov?o em coro grita: Esse animal ? boiola.

Ele ? boiola, um boi boiola.
Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Ele ? boiola, ? o boi boiola.
Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

? fim de festa e o pov?o todo empolgado
Fazendo um ol? gritando: tourinho assanhado.
Sai da arena, sem moral, sendo vaiado.
Virei alvo de piada e apelidos engra?ados

J? fui famoso, muitos rodeios ganhei.
Percorri o sul e o norte, mas tudo isso deixei.
Oito segundos se passaram e eu fiquei,
Com a fama de pe?o que montou no touro gay.

O touro ? gay o bicho n?o pula rebola.
O pov?o em coro grita: Esse animal ? boiola

Ele ? boiola, um boi boiola.
Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Ele ? boiola, ? o boi boiola.
Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Eu montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Montei num touro gay
Que inv?s de pula rebola.

Play