Cláudia Simone

A História de Um Homem Novo

Play

Quando o homem novo entrou no trem
a história já havia começado
quando o homem novo deixou o trem
veio o bonde subindo, sumindo no tempo

E como o homem novo ficou pra trás
deixou suas terras, suas velas e o mar se naufragou
deixou o sertão à sua espera
a sua bela murchando...

Quando o homem novo entrou no trem
a história já havia começado
quando o homem novo deixou o trem
veio o bonde subindo, sumindo no tempo

E como o homem novo ficou pra trás
deixou suas terras, suas velas e o mar se naufragou
deixou o sertão à sua espera
a sua bela murchando...

Mas mesmo assim o caboclo falido
não tenta suicídio, só morre de amor
vive esperando a chegada do filho
novela sem bandido, mocinho ou ator

Mas mesmo assim o caboclo falido
não tenta suicídio, só morre de amor
vive esperando a chegada do filho
novela sem bandido, mocinho ou ator

Quando o homem novo voltou atrás
eram naves sem plano no planeta engano
sem banho, mesa, cama nem mulheres servis
doença que ignora o saber humano

Mas o homem novo agora só quer paz
deixou suas guerras
as idéias lhes vêm com bom sabor
à sua espera ainda está a sua bela...
e o sertão... em quase tudo mudou, tudo mudou

Mas mesmo assim o caboclo é temido
e onde quer que esteja não só fala de dor
convive agora com o seu tempo
mas em certos momentos
ele nada mudou

Mas mesmo assim o caboclo é temido
e onde quer que esteja não só fala de dor
convive agora com o seu tempo
mas em certos momentos
ele quase nada, nada mudou

nada mudou

nada

nada

nada
nada
nada

nada mudou

quase nada

nada
nada
nada

nada mudou

quase nada

nada
nada
nada

nada mudou

nada mudou

nada mudou