Chrigor

Onde Mora o Pagode

No morro o cavaco chora
Pra valer
É lá que o pagode mora
E vai até o amanhecer
Quem tá em baixo quer subir
Quem vive em cima quer ficar
Pra quem não conhece eu vou dizer
Lá no morro o pagode é pra valer
No morro (bis)

Lá no alto se tem a tradição
Da mais pura e sublime poesia
Quem vive lá sobrevie de ilusão
Sempre é iluminado
Pela sua inspiração (no morro)

Sempre o samba é de primeira
Não importa a segunda
Chega gringo chega jovem
Todos vem participar
E a mulata mais faceira
Sempre se faz encantar (no morro)

Essa é hora

Já foi o dia
Preciso mi arrumar
E vem a noite
Vou a viola afinar
E já é noite vou mi encontrar com iaiá
Na dispidida
Ela se põe a chorar
Mas eu vou pro samba rodar
Vou pra roda de samba cantar
Que já deu minha hora preciso
Ir embora não posso ficar
Hoje eu canto
E canto os encantos
Da felicidade
Vai ser mais seguro
No nosso futuro
Em cima do muro
Não posso ficar
Eu ti quero em ceda chinesa
De carro importado
Te amo desejo você ao meu lado

Play