Chico Rey e Paraná

Paixão Eterna

Quantas noites não tenho sono
Em soluços chamo seu nome
Sofrendo em desespero
Eu não tenho fome

Sou o homem mais triste do mundo
Acabou minha ilusão
Pois os lábios que tanto beijei
Pra outro deixei é a minha paixão

O meu corpo suplica seu corpo
Os meus beijos precisam dos seus
Essa voz que canta e venera
Sofre e espera o que foi meu

Vem, eu estou esperando
Vem, acalmar minha dor
Vem, eu quero seus beijos
Vem, eterno amor

Play