Chico Rey e Paraná

Noite de Tortura

Essa noite é mais uma noite de tortura
Pois você móra no apartamento ao lado
Ouço os seus passos e fico imaginando
Que você pode estar também sózinha
Feito eu perdido num canto
Você não sabe, mas conheço sua vida
Eu sei de tudo o que acontece em sua casa
Eu sei a hora que você abre o chuveiro
Até parece que sinto o seu cheiro
E um desejo se apossa de mim
Ai, ai, ai
Coração que sofre,
Dilacera e quase sai do peito
Um dia eu pego esse mulher de jeito
E dou pra ela todo o meu amor
Ai, ai, ai
Sofro e choro, mas não me arrependo
Do que faço agora
Pois sei que um dia vai chegar a hora
E nos meus braços você vai dormir
Apaixonei de novo
(josé fortuna / paraiso)
Quando me separei daquele amor
Jurei que nunca mais eu ia
Um outro amor querer só para não sofer
O que eu já sofria, mas de repente
Vi dentro de mim, senti que só eu não vivia
De novo me entreguei e hoje eu voltei
Querer como eu queria
Apaixonei de novo, de novo estou "xonado"
Porque meu coração não vive sem paixão
Não fica sem agrado
Cama fria
(andré / andrade / loirinho)
Amigo entre agora e não repare em nada
Hoje é o aniversário
Dessa casa abandonada
Há tempo que foi embora
A dona dessa morada
Até o vento murmura
Seu nome de madrugada
Quarto escuro, cama fria não tem ninguem
Estou chorando com a falta do meu bem
Hoje completa um ano,
Que o meu coração reclama
A presença do meu bem,
Por quem a minh´alma chama
Passo as noites solitário,
Sofrendo por quem não me ama
Que falta ela me faz, deitada em minha cama

Play