Chico Rey e Paraná

Cantando

Já não tenho o doce encanto dos seus beijos.
Vivo só por este mundo sem amor.
Outra boca, com certeza, a gora é dona
Das carícias que eram cheias de calor.
Há momentos em que sinto que enlouqueço.
Tenho ganas de rir e de chorar.
Tenho medo que me esqueça, e que não volte.
Gosto dele, e a ninguém posso negar.

Cantando eu lhe dei o coração é o amor
E desde que partiu eu canto a minha dor
Cantando eu encontrei! cantando eu o perdi.
Porque não sei chorar, cantando hei de seguir.

Virgem Santa, milagrosa, me perdoa,
Se cantando esta canção que vive em mim,
Eu te peço que tu faças que ele volte,
Pois, a angústia que me mata não tem fim.
Se, é pecado querer tanto nesta vida,
Eu suplico, de joelhos, teu perdão.
Gosto dele, tanto, tanto, que a saudade,
Já não cabe no meu pobre coração.

Play