Chico Lobo

Viola de Terreiro

Quando ecoa nos ares
O som da minha viola
Nascida nas grandes folias
E ternos de Nossa Senhora
O repique das caixas alcança
A carne do meu coração
Me lembro dos tempos de outrora
Vividos num grande sertão

Êh congada êh,
Folia de reis, boi de janeiro
Êh a crença era forte
Eu pegava a viola
E corria lá pro meu terreiro

Hoje pisando em pedras
Nas curvas tortas da vida
Se me lembro dos tempos de outrora
Sinto uma dor que vem bem doida
Hoje não toco folia
Meu boi a lua levou
Pra onde vai a fé de um homem
Se seu reino o tempo matou

(Refrão)

Play