Chico Lobo

Côco de Embolada

No "nheco,nheco" a viola vai tocando esse côco de embolada
Inté o dia clarear
E o caboclo cabra macho assustado com o balanço da morena
Quer viagra pra tomar

Toca a viola moço
Num deixe o forró parar
Toca a viola moço
Esse côco é de embolar

E tem calango, tem o côco, tem o xote, tem esse
Forró ligeiro pra gente se aproximar
Um bate-coxa um remelexo bem gostoso
Viagra de cabra macho
É rapadura e farinha

(Refrão)

Quero matar a secura de amor é na água cristalina
Do brilho do seu olhar
Que nem matuto que mata a sua sede mascando com muito jeito
A raiz do caruá

(Refrão)

Antigamente coisa que nunca se via caboclo
Comer farinha
E ter trejeito no andar
Num tinha moça dançando assim sozinha
Parece que tá faltando
Cabra macho no lugar

(Refrão)

Eu vou mimbora minha gente obrigado tem
Morena me esperando
Pra dançar noutro lugar
Sou brasileiro, sou caboclo assumido, sou
Tinhoso na viola
E gosto de forrofiar

(Refrão)

Play