César Menotti e Fabiano

Seu Amor Ainda é Tudo / Ainda Ontem Chorei de Saudade

Muito prazer em revê-la, você está bonita
Muito elegante, mais jovem, tão cheia de vida
Eu ainda falo de flores e declamo seu nome
Mesmo os meus dedos me traem, discam o seu telefone

É minha cara, eu mudei, minha cara
Mas por dentro eu não mudo
O sentimento não para, a doença não sara
Seu amor ainda é tudo, tudo

Daquele momento até hoje esperei você
Daquele maldito momento até hoje, só você
Eu sei que o culpado de não ter você sou eu
E esse medo terrível de amar outra vez é meu

Você me pede na carta que eu desapareça
Que eu nunca mais te procure pra sempre te esqueça
Posso fazer sua vontade atender seu pedido
Mas esquecer, é bobagem, é tempo perdido

Ainda ontem chorei de saudade
Relendo a carta, sentindo o perfume
Mas que fazer com essa dor que me invade
Mato esse amor ou me mata o ciúme

Play