Cesar e Alessandro

Novembro sem você

A tarde se afasta
O céu está triste,
noite estarei sem você
Calado na praia,
Eu choro em silêncio outra vez.
Me afogo na dor
Por eu te perder
Pedindo às ondas você
Sentado na areia
Escrevo teu nome outra vez

Penso em você
Desde aquele novembro
Quando sonhamos juntos viver para sempre
E me dói, esse frio aqui dentro
Quando as folhas caem
A morrer para sempre.

Refrão:
Novembro sem você
É sentir que a chuva
Me conta chorando o fim dessa paixão
Novembro sem você
É pedir para a lua
Que brilhe na noite do meu coração
Outra vez, outra vez...

Queria dizer que o seu nome está
Gravado pra sempre em mim
Uma tatuagem que me faz lembrar outra vez

Play