Cesar e Alessandro

Misteriosa

Quem é que se esconde atrás desse pano.
E aguça meu medo de amar.
Seu rosto não lembro, só sonhos, desejos, fissuras de te encontrar.
Eu sei o seu nome, sua fome, sua sede, o que te dar prazer.
Se esconde aonde, até quando o mistério vou conseguir entender.

Usa e joga fora, depois vai embora.
Acha que eu sou seu brinquedinho do prazer.

Misteriosa, gostosa, detesto o seu modo, o seu jeito.
Mas preste atenção em quem sempre te amou.
Mentirosa, misteriosa, não quero ser mais o seu cúmplice.
Em poder matar esse nosso prazer.

Me cansei de ficar bajulando, esperando esse amor.
Que não quer me encontrar.
Mendigando, implorando carinho, chamando atenção pra você me notar
Eu queria mentir pra mm mesmo e dizer lá no fundo não sou de você.
Ta na cara que engana, é sacana, e não se importa se vai me perder.

Usa e joga fora, depois vai embora.
Acha que eu sou seu brinquedinho do prazer.

Misteriosa, gostosa, detesto o seu modo, o seu jeito.
Mas preste atenção em quem sempre te amou.
Mentirosa, misteriosa, não quero ser mais o seu cúmplice.
Em poder matar esse nosso prazer.

Play