Cascatinha e Inhana

Noites no Paraguai

Na noite alta e enluarada
A serenata passando vai
Sâo melodias que se derramam
Nas noites lindas do Paraguai.
Abre a janela oh! china bela
Ouve o lamento do guarani
Seu peito exala terno suspiro
Como o arulho da juriti.

Os trovadores cantando amores
Vâo desfiando suas cançôes
A lua cheia no céu vagueia
Pondo poesia nos coraçoes.

O seresteiro de voz dolente
O seu destino cumprindo vai
Sempre sonhando e contemplando
As noites lindas do Paraguai.

Play