Carlos Galhardo

Segredos

Bailam segredos
Nos teus olhos tarjados de dor
Vivem segredos
Nos teus lábios famintos de amor
No teu olhar rebuscar
Morrem queixas de quem amou
Muito, muito depois chorou

Choram segredos
No teu pranto que tudo me diz
Tristes segredos
De um amor infeliz
Nos braços meus encontrarás
Outros sonhos em flor
E o meu amor,
Meu grande amor

Play