Carlos Galhardo

Queixumes

Sem estes teus tão lindos olhos
Eu não seria um sofredor
Os meus ferinos abrolhos
Nasceram do nosso amor

Eu hoje sou um trovador
Que gosto até de assim penar
Vou te dizer os meus queixumes
Ciúmes eu tenho do teu olhar

Quero sempre te ver bem junto a mim
Porque te esquivas, assim, coração
De uma paixão?
O teu olhar traz alegria
Mas também traz o amargor
Sem ele, então, não viveria
Vida não há sem dor

Play