Carlos Galhardo

Mulher

eu quero confessar baixinho juntinho ao teu ouvido ó mulher querida
embora sofra grande dor hei de ocultar o meu amor por toda vida
o amor que faz de nós o sofrimento e as vezes nos transporta ás alturas divinas

È o mesmo amor juro-te com fervor cada vez te quero mais
eu sofro por amar e confesso com prazer
embora não me ames hei de amar-te até morrer

Play