Carlos Galhardo

Juro

Onde estais que não me ouve
Onde estais que não vem me acalmar
Afastando de mim a saudade
Que me quer matar

Juro, juro
Que tu és o meu único amor
Juro, juro
Que não posso esquecer-te um momento
Pois o teu carinho vive ainda em mim
Por um doce alento
Mas a tua ausência
É e será sempre
O meu maior tormento

Juro, juro
Que tu és o meu único amor
Juro, juro
Que não posso esquecer-te
Volta depressa querida
Volta com todo calor
Dá-me outra vez
Todo teu amor

Play