Carlos Galhardo

Indiferença

Hoje à noite ao encontrar-me tu fingiste
não me ver,
e ate voltaste para o lado o rosto
sem razão.

Para que um gesto inútil como o teu.
Um gesto fútil .
Nada mais existe em nós,
em nossos coração.

De lembra-te nem me lembro mais.
Odiar-te não te odeio mais.
Tanto faz querer--te .
Tanto faz perder-te .
Tua falta não faz falta mais

Esquecer-te eu já te esqueci ..
Hoje ao ver-te, a ninguém eu vi
Tanto faz ,
bem viste
Nada mais existe
de um extinto amor por ti

Play