Carlos Galhardo

É de Verdade

Agora que eu não tenho amizade
E nem tampouco saudade
Quero te esquecer
Embora vá viver cheio de mágoa
Com os olhos rasos d'água
Não quero mais te ver

Não mais encontro um amor igual ao teu
Foi muito bom, mesmo assim pra mim morreu
Hoje eu lamento tua grande falsidade
Choro de arrependimento
E não choro de saudade, agora, agora

Por tua causa arruinei a minha vida
E hoje em dia vivo triste arrependido
Meu coração chora até sem eu querer
Eu por mim já te esqueci
Ele não quer te esquecer agora, agora

Play