Carlos Galhardo

Duas Mulheres

Devo toda ventura
O amor e a ternura
Que há no meu coração
Aos divinos misteres
De duas mulheres
Que amo com devoção
A primeira rezando
O meu berço embalando
Me fazia dormir
E se a noite eu chorava
Paciente acordava
Para vir me cobrir

Hoje você me embala em seus braços
Pra descansar do meu cansaço
Do sacrifício que eu fiz
noite você arruma a minha cama
Do meu sapato tira a lama
Eu tenho um lar sou feliz
Eu tenho um lar sou feliz
Eu tenho um lar sou feliz

Play