Carlos Galhardo

Capela de São José

Ela nasceu lá no morro
Numa casinha modesta
Quase juntinho a capela
Já pequenina rezava
No terço as contas contava
E ao São José da capela
Rezar e implorava
Que olhasse por ela

Ela tinha tanta fé
No glorioso São José

Ela desceu lá do morro
Para viver na cidade
Onde bem pouco ficou
Pois uma grande saudade
Tirou-lhe a tranquilidade
Era saudade de alguém
Que no morro ficara
Saudoso também

Ele tinha tanta fé
No glorioso São José

Ela voltou lá pro morro
E foi levada ao altar
No fim do mês de Maria
No São José da capela
Estava esperando por ela
Mas sua felicidade
Na Terra acabou
Porque Deus a levou

Hoje quem for à capela
Há de encontrar solitário
Um coração a chorar
Ajoelhado rezando
Numa oração implorando
Para São José da capela
Guardar para ele
Um lugar junto dela

Ele tinha tanta fé
No glorioso São José

Play