Carlos Galhardo

Arco-Íris

A minha vida é um rosário de amores
E lembranças multicores
Que eu conservo com fervor

Meu coração é um arco-íris de bonança
Que de amar nunca se cansa
Pois nasceu para o amor

Em cada cor do arco-íris do meu peito
Repousa um amor desfeito
Lembra um romance infeliz

Até o verde que das cores
É a mais bela
Faz lembrar-me os olhos dela
Da mulher que não me quis

Eu tenho n'alma
Um jardim cheio de flores
Imagens dos meus amores
Só com nome de mulher

Mas no canteiro reservado
A mais singela
Nasceu uma flor amarela
Cujo nome é Mal-me-quer

Mas eu espero
Quem espera sempre alcança
Pois é verde a esperança
E a esperança não morreu

Quando o destino se mostrar cruel contigo
Vem buscar no peito amigo
O lugar que é sempre teu

Play