Carlos Fábio e Pacito

Picolé de Pinga

Garrei uma raiva da minha mulher
Que falava besteira e pegava no pé
Toda cheia de marra - queria mandar
Nem a minha pinguinha deixava eu tomar...

Paciência acabou e eu não pude aturar
Como não sou de briga tratei de inventar
Um jeito de beber e não ter que ouvir grito
Um sorvete de pinga que vem no palito

Daí pra frente tudo se acalmou
E a galera toda aprovou
Nesse verão ninguém vai mais tomar
Só vai chupar, chupar, chupar, chupar

Chupa, chupa, chupa que é de pinga
Chupa, chupa meu picolé de pinga

Play