Carlos Cezar e Cristiano

Agarrados

Feito unha e dedo
Feito pele e pelo
Somos agarrados
Feito carne e osso
A fruta e o caroço
Somos tão ligados

Somos duas vidas que enfim se resumem
Em um só desejo, capricho e costume
Somos dois caminhos que enfim se unem
Dois apaixonados

Somos taça e vinho
Amor e carinho
Orvalho e a flor
Somos duas chamas em um só calor
A corda e a caçamba
O rio e o mar

Paixão e saudade
A fome e a vontade
Na soma total
Somos dois em um, cordão umbilical
Onde a gente alimenta
A fome de se amar

Feito folha e ramo
Feito linha e pano
Somos agarrados
Feito fogo e palha
O fio e a navalha
Somos tão ligados

Somos dois pedaços do mesmo barbante
As duas metades do mesmo instante
Menos que amanhã e muito mais que ontem
Somos dois apaixonados

Somos taça e vinho
Amor e carinho
Orvalho e a flor
Somos duas chamas em um só calor
A corda e a caçamba
O rio e o mar

Paixão e saudade
A fome e a vontade
Na soma total
Somos dois em um, cordão umbilical
Onde a gente alimenta
A fome de se amar

Play