Carlito e Baduy

Herança de Carreiro

De já velho o carreiro vivendo de recordação
Olhando o seu carro velho jogado no mangueirão

Vive o triste carreiro lembrando o tempo que foi
Chora carreiro chora, a saudade do seu carro e seus bois.

Hoje de cabelos brancos, medalha de muitos janeiros
Olhando seu carro velho a saudade lhe traz desespero.

Vejam quem foi moço forte em sua longa jornada
Debaixo de sol e chuva com seu carro e sua boiada.

Play