A.C.S.E.S.M. Camisa Verde e Branco (SP)

Samba Enredo 1991 - Combustível da Ilusão

Oi! Vem brindar amor (amor!amor)
Esqueça os males da vida
è carnaval, tem verde e branco
Tem cerveja na avenida
(Bis)

Sua origem ninguém sabe
Ninguém viu (Como é que é)
E acredite se quiser
Osíres se casou com Ísis
Cultivaram o trigo e a cevada
E os Deuses vieram abençoar

Os gregoos tomavam, os vicking's remavam,
Em Roma Antiga, havia um êxtase total
Carlos Magno um grande festeiro
Dava valor aos monges cervejeiros
É tradição, mas que beleza
O alemão na arte de fazer cerveja

Vira, vira, vira, já mandei virar
Dessa "birra" também vou tomar
(Refrão)

O Brasil imperial, numa época distant,
Já se bebia, da marca Barbante
Faz parte do samba, dos bares da vida,
Do grito de gol da torcida
E chega de conversar, vamos beber, vamos cantar

Vem loirinha, alterar o meu astral (Meu Normal)
A Barra Funda é emoção
No combustível da ilusão
(Refrão)

Play