Caio César e Diego

To indo pra Caconde

Alô galera, quem topar essa parada, eu tô indo pra Caconde,
Êta terra abençoada...
Deixe no jeito a carne, o carvão e o mé, que o trem tá pegando fogo, lá tá chovendo muié.

Alô Campinas, Jaguariúna e Mogi, Itobi, Tapiratiba, Casa Branca e Aguaí.
Grama e Mococa, Ribeirão e Aguas da Prata, pegue o litro e leve as latas, e deixe a casa cair.
Tá convidado, pode chegar quem quiser, meus amigos de Alfenas, Muzambinho e São José.
Tá a caminho a mulherada bonita, de São João da Boa Vista, Vargem Grande e Guaxupé

Alô galera, quem topar essa parada, eu tô indo pra Caconde,
Êta terra abençoada...
Deixe no jeito a carne, o carvão e o mé, que o trem tá pegando fogo, lá tá chovendo muié. [2x]

Os meus amigos de Poços e de Machado, já tão todos convidados e amanhã cedo tão lá.
Só vou passar em Divinolândia primeiro, falar oi pros companheiros, ô lugar bão pra daná.

Alô galera, quem topar essa parada, eu tô indo pra Caconde,
Êta terra abençoada...
Deixe no jeito a carne, o carvão e o mé, que o trem tá pegando fogo, lá tá chovendo muié [2x]

Play