Cacique e Pajé

Piraquara

A barranca do Rio Pardo fiz um rancho com taquara
Derrubei a capoeira e pus fogo nas coivaras
Eu passo horas pescando nas noites de luas claras
A gente avista distante
Lá no meio da vazante o bando de capivara, ai

Dourado é peixe brabo pra gente pescar na vara
Eu gosto de tarrafear onde tem as piaparas
Tabarana também cai na rede do piraquara
Só pesco peixe graúdo
Pescar os peixes miúdos é uma coisa muito rara

Meu remo é guatambu varejão de guaiçara
Canoa fiz de paineira que não é madeira cara
Remando contra a maré as águas do rio separa
No balanço da canoa
Eu vou sentado na proa pescando peixe taquara, ai

Lá no remanso do rio onde a corredeira vaza
Pra pegar peixe na sonda o anzol a gente prepara
A vida do pirangueiro com nada não se compara
Quando vai escurecendo
Como é lindo ficar vendo aqueles bandos de araras

Play